Fechar imagem
Untitled Document

Turismo


Notícias


A origem do nome

A hipótese mais conhecida na cidade é a de que um grupo de tropeiros que levava açúcar para o interior do país, ao descasar às margens do rio batizado com o nome da cidade, teve o carregamento invadido por formigas, o que trouxe prejuízo para os viajantes.

O historiador Leopoldo Corrêa critica esta versão e afirma que ela é apenas uma lenda. Ele acrescenta que se este fato fosse verdadeiro, o nome da cidade viria no plural.

Leopoldo também defende a idéia de que o nome da cidade teve origem com a vinda dos índios Tapuias, de São Paulo, para desmantelar o Quilombo de Ambrósio, localizado entre os municípios de Formiga e Cristais. Em algumas situações, as aldeias destes indígenas eram denominadas Formigas pelo fato de estes se alimentarem de tanajura.

A terceira é a de que o mestre-de-campo, o açoriano Ignácio Corrêa Pamplona, incumbido de fazer a picada de Tamanduá (Itapecerica) a Piumhi, passou por aqui (1765) e notou a semelhança entre o relevo da cidade e os penedos dos ilhéus de Formigas, em Portugal. Esta relação topográfica levou a dar este nome ao rio que corta a atual cidade.

Sobre esta teoria o historiador José Francisco Paula Sobrinho ressalta que em um mapa de 1765 (período das expedições de Pamplona), está assinalado a existência do rio da Formiga. José Francisco completa que este mapa pode ser uma evidência de que o nome do município pode estar relacionado com os povoadores.

José Francisco acredita que topônimo deriva das três versões, pois não pode desprezar a tradição oral nem a existência de documentos que justifiquem tais hipóteses.

Além do nome pelo qual é conhecida, Formiga também foi conhecida como Arraial de São Vicente Férrer, Vila Nova de Formiga, Cidade das Areias Brancas e Princesa do Oeste.

 
Prefeitura Municipal de Formiga