Fechar imagem

Notícias

Mais lidas

  • Comunidade do Cidade Nova faz primeira colheita de verduras na unidade III do Horta Urbana
  • ‘Prefeitura de Portas Abertas’ é criado em Formiga
  • Equipe do ´Horta Urbana´ troca experiências com cidades vizinhas
  • Times formiguenses conquistam pódios em competições do JIMI
  • Banco de Alimentos inaugura a IV unidade do ‘Horta Urbana’ em Formiga
  • Prefeitura divulga período de renovação de matrículas na Rede Municipal de Ensino

19/09/2018 15h18

Prefeitura orienta pacientes portadores de estomias intestinais

Equipe de enfermagem da Secretaria de Saúde e representante da empresa Coloplast, de Belo Horizonte, falaram sobre os cuidados com o estoma, a colocação correta da bolsa de colostomia e a higienização dela

Prefeitura orienta pacientes portadores de estomias intestinais

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, fez na sexta-feira passada, dia 14 de setembro, orientações aos pacientes ostomizados (aqueles que, por motivos diversos, como doenças congênitas, câncer e acidente, passaram por um procedimento cirúrgico para a criação de uma abertura na parede abdominal, ligando uma terminação do intestino a uma bolsa externa). A ação ocorreu na sede da secretaria e foi conduzida pela equipe de enfermagem da pasta, na pessoa da coordenadora do CEMAES, Isis Vaz, e pela representante da empresa Coloplast, Helenita, de Belo Horizonte.

Na oportunidade, elas falaram sobre os cuidados com o estoma, a colocação correta da bolsa de colostomia e a importância da higienização dela. Em seguida, foi realizado um debate, no qual foram sanadas dúvidas dos pacientes.

Segundo Isis Vaz, os objetivos deste trabalho foram destacar a importância da consulta de enfermagem, buscando atingir um cuidado integral e humanizado aos pacientes; atualizar o conhecimento dos profissionais de enfermagem e contribuir para que os pacientes tenham uma atenção especial ao autocuidado. “Observa-se que no pós-operatório há a ocorrência de dificuldades de aceitar a nova condição de ostomizado e também ocorre um déficit de conhecimento sobre os cuidados que os mesmos devem ter. Por isso, foi muito importante repassar essas orientações aos pacientes.”

    Compartilhe

     
    Prefeitura Municipal de Formiga