Fechar imagem

Notícias

  • Cidadão

Mais lidas

  • Banco de Alimentos já doou mais de 94 mil quilos de alimentos neste ano
  • Administração Municipal divulga gabarito do processo seletivo para cantineira e cuidador social
  • Administração Municipal designa servidor para secretário de Saúde
  • Coordenador do Banco Municipal de Alimentos é entrevistado na rádio ‘93 FM’
  • Primeira parcela do 13º salário será paga nesta quarta-feira
  • Vale-alimentação será pago nesta terça-feira

19/06/2018 15h05

Em um mês, empresa contratada pela Prefeitura recolhe 25 animais soltos em Formiga

Segundo a RAGP, os bairros onde houve mais ocorrências foram Engenho de Serra, Alto dos Pinheiros e estrada de acesso a Papagaios

Em um mês, empresa contratada pela Prefeitura recolhe 25 animais soltos em Formiga

A RAGP, empresa contratada pela Prefeitura de Formiga e especializada em serviços de apreensão e transporte de animais de médio e grande portes (bovinos, caprinos, ovinos, equinos, muares e suínos), recolheu, em um mês, 25 animais soltos em ruas de Formiga. Ela começou a trabalhar para a Prefeitura no dia 11 de maio, com o apoio da Polícia Militar de Formiga.

Segundo o proprietário da RAGP, Leandro Ricardo Silva, os bairros onde houve mais ocorrências foram o Engenho de Serra, o Alto dos Pinheiros e a estrada depois da Lagoa, que dá acesso à comunidade rural de Papagaios. “Em um mês, foram registradas 39 ocorrências, com 25 apreensões de animais, como vaca, mula, égua e cavalo. Desse total, quatro ocorrências foram referentes a maus tratos e outras não levaram à apreensão porque ao chegarmos no local o proprietário já havia retirado o animal.”

De acordo com Leandro Ricardo, todos os animais recolhidos foram encaminhados para a Fazenda Laboratório do Unifor-MG. Além disso, foram feitos boletins de ocorrências por perturbação à ordem pública e por abandono animal em vias públicas. Alguns dos animais recolhidos foram resgatados por seus proprietários, que são penalizados quando ocorre a apreensão.

A médica veterinária da Prefeitura, Fernanda Pinheiro, informou que uma vez que o animal é apreendido, para resgatá-lo, o proprietário deverá pagar uma multa de 1 UFPMF (R$239,44) mais despesas de transporte, que pode variar de 22% a 44%, dependendo da espécie animal, de alimentação sobre o valor de 12% e de assistência veterinária sobre 13%. Já o prazo para o animal permanecer na Fazenda Laboratório do Unifor-MG é de dez dias e, vencendo esse período, ele poderá ser doado ou leiloado.

Esta ação é muito importante para assegurar aos motoristas condições adequadas para trafegar nas ruas, oferecendo segurança e atendendo ao que determina o artigo 47 da Lei Ordinária no 3.439/2002 de 30 de dezembro de 2002 e demais legislações, como a Lei Municipal no 4.595, de 12 de fevereiro de 2012, a Lei 22.231, de 20 de julho de 2016, a Resolução 675, de 21 de junho de 2017/Contran e o Código de Trânsito Brasileiro – Lei 9.503 de 23/09/1997.”

As pessoas que encontrarem os animais soltos poderão entrar em contato pelo telefone (37) 99839-8650, diretamente com os colaboradores da empresa RAGP, para solicitar o recolhimento.

Compartilhe

 
Prefeitura Municipal de Formiga