Fechar imagem

Notícias

  • Cidadão

Mais lidas

  • Administração Municipal lamenta falecimentos da secretária de Saúde e do motorista em acidente na MG-050
  • Banco de Alimentos já doou mais de 94 mil quilos de alimentos neste ano
  • Comunidade do Cidade Nova faz primeira colheita de verduras na unidade III do Horta Urbana
  • Definida programação de reinauguração do Parque Municipal Dr. Leopoldo Corrêa
  • Prefeito participa de reunião com governador eleito Romeu Zema
  • 22 empresas participam de licitação da Administração Municipal

10/05/2018 10h54

Prefeitura promoverá uma semana de atividades referente à Luta Antimanicomial

Na semana que vem, do dia 14 a 18 de maio, ocorrerão várias ações, entre elas uma passeata pelas principais ruas de Formiga

Prefeitura promoverá uma semana de atividades referente à Luta Antimanicomial

A Prefeitura, por meio do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), está preparando uma semana de atividades para relembrar o Movimento Nacional da Luta Antimanicomial, que surgiu no final dos anos 1970 e teve como objetivo construir uma política de saúde mental pautada no respeito à cidadania, autonomia e direito à liberdade. Na semana que vem, do dia 14 a 18 de maio, ocorrerão várias ações, entre elas uma passeata pelas principais ruas de Formiga.

Segundo o coordenador do CAPS, Clewton Freitas Júnior, as atividades começarão na segunda, às 19 horas, com um sarau no Emart. Depois, na terça, às 8 horas, haverá o Dia de Beleza no CAPS. Na quarta, às 9 horas, será a sessão de um longa, também no CAPS. Já na quinta, às 19 horas, terá o cinema comentado no Emart. E para finalizar, na sexta, dia 18, data em que se comemora a Luta Antimanicomial, servidores da Secretaria de Saúde, inclusive funcionários e pacientes do CAPS, sairão às 8h30 em passeata da Praça das Nações, na Avenida Rio Branco, rumo à Praça Getúlio Vargas. O trajeto seguirá a Rua Dr. Teixeira Soares, passará ao lado da Matriz São Vicente Férrer, descerá a João Vaz e seguirá pela Rua Barão de Piumhi até chegar à Praça Getúlio Vargas.

“Todos os servidores e até mesmo os pacientes do CAPS estarão envolvidos nesse ato, usando uma camiseta com a frase “Trancar não é tratar”. No entanto, o Centro de Atenção Psicossocial só abrirá para atendimento a partir das 10 horas, depois que finalizarmos a passeata. Essa ação é muito importante, porque o CAPS é fruto dessa luta e representa o modelo substitutivo dos hospitais psiquiátricos”, ressaltou Clewton.

    Compartilhe

     
    Prefeitura Municipal de Formiga