Fechar imagem

Notícias

Mais lidas

  • Prefeito e secretária na ‘Líder FM’
  • Prefeito se reúne com empresários formiguenses
  • Prefeitura é autorizada a abrir crédito especial para adquirir consultório odontológico
  • Formiga é contemplada com veículo GM Spin
  • Alunos do Tatame do Bem visitam projeto do Banco de Alimentos
  • Prefeitura realiza castrações de cães e gatos gratuitas em Formiga

13/04/2018 18h57

Em reunião com Sintramfor, prefeito descarta terceirização da UPA

De acordo com a ata, reunião aconteceu no dia 5 de abril no gabinete do prefeito

Em reunião com Sintramfor, prefeito descarta terceirização da UPA
O presidente Natanael, a vice-presidente Evangelina, o advogado Vicente de Paulo e servidores na reunião com o prefeito

A gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Formiga, não será terceirizada, garantiu o prefeito Eugênio Vilela, em reunião com o Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Formiga (Sintramfor), que aconteceu na quinta-feira, dia 5.

Na oportunidade, o presidente do Sintramfor, Natanael Alves Gonzaga, questionou Eugênio a respeito da situação de servidores municipais que estavam temerosos em relação à possibilidade de terceirização da UPA e, de imediato, o prefeito garantiu que a gestão da Unidade não será terceirizada.

Eugênio explicou que a decisão de a Administração Municipal continuar gerindo a UPA foi tomada após vários estudos que demonstraram a inviabilidade da terceirização.

Natanael destacou a posição do Sindicato em relação ao tema. “O Sintramfor é contra a terceirização devido à insegurança que ela geraria para os servidores, que poderiam ser remanejados e ter grandes perdas salariais, além do reflexo negativo que causaria no Previfor, o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Formiga”.

A possível terceirização da UPA entrou na pauta da reunião, solicitada pelo Sintramfor, a pedido de servidores que chegaram a ser comunicados sobre a iniciativa da Administração Municipal. Com base na experiência de outros Municípios, que terceirizaram a gestão de UPA’s, eles temiam mudanças desfavoráveis como atraso no pagamento de salários e precariedade nas condições de trabalho, por exemplo. “Ficamos satisfeitos ao ouvir o prefeito garantir que não haverá terceirização e tranquilizamos os servidores”, destacou Natanael.

A possibilidade de terceirização de serviços públicos no Município de Formiga surgiu no ano passado, quando a Câmara Municipal aprovou a Lei 5.195.

    Compartilhe

     
    Prefeitura Municipal de Formiga