Fechar imagem

Notícias

Mais lidas

  • Alunos do Tatame do Bem visitam projeto do Banco de Alimentos
  • Saae trabalha para normalizar abastecimento de água no Novo Horizonte
  • Prefeitura fecha primeiro semestre com doação de mais de 56 mil quilos de alimentos
  • Prefeito e equipe expõem situação crítica da falta de repasses do Estado a Formiga referentes ao Fundeb
  • Prefeitura se prepara para Campanha Nacional contra a Poliomielite e a Tríplice viral
  • Vale-alimentação será pago amanhã

15/03/2018 18h55

Municípios da microrregião de Formiga se unem para ajudar a Santa Casa

Representantes de sete cidades e da Superintendência Regional de Saúde estiveram reunidos terça-feira desta semana com a promotora de Justiça Clarissa Gobbo para discutirem os problemas financeiros do hospital formiguense

Municípios da microrregião de Formiga se unem para ajudar a Santa Casa
Na reunião,

Municípios da microrregião de Formiga decidiram se unir para ajudar a Santa Casa de Caridade. A entidade formiguense, que está passando por uma grande dificuldade financeira, fechou no ano passado a UTI Neonatal por falta de recursos. Na terça-feira desta semana, dia 13 de março, por volta das 8 horas, representantes das cidades de Formiga, Tapiraí, Iguatama, Pimenta, Pains, Córrego Fundo e Bambuí e da Superintendência Regional de Saúde estiveram reunidos com a promotora de Justiça Clarissa Gobbo para discutirem os problemas do hospital.

Essas cidades são atendidas pela Santa Casa e, por meio de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), já haviam se comprometido a repassar dinheiro para a entidade formiguense. Porém, durante a reunião de terça-feira passada, a promotora de Justiça questionou a atual situação deste termo, assim como as prestações de contas da Santa Casa.

O controlador municipal Francisco Ferreira Neto explicou que, mesmo com o atraso dos repasses de recursos do Governo Estadual a Formiga, a Prefeitura mantém os convênios em dia. A secretária municipal de Saúde, Denise Mota, também esclareceu que já se encontra em tramitação na Câmara Municipal um projeto de lei que trata do repasse de recursos dos municípios ao hospital.

Na reunião, ficou decido que as prestações de contas serão feitas mensalmente pela Santa Casa e enviadas para a Prefeitura de Formiga, que fará a apreciação e encaminhará as cópias delas para todas as cidades se manifestarem. O Ministério Público requisitou o encaminhamento de extratos mensais de todos os valores pagos pelos municípios.

Em relação à maternidade e UTI neonatal, os representantes dos municípios, da Superintendência Regional de Saúde e a promotora de Justiça discutiram sobre a escala médica, bem como a estrutura da maternidade. Eles decidiram verificar a situação da maternidade e da UTI junto ao Estado.

No final da reunião, os representantes presentes concordaram em passar R$300 mil para a maternidade com recurso do PROHOSP/2018. Em relação a cirurgias, materiais e medicamentos, ficou acordado o valor de R$ 370.658,00, com a apresentação de uma tabela de valores. Para exames de imagens serão repassados R$ 240.506,00, com apresentação também de uma tabela de valores e dos procedimentos. Os valores referidos serão divididos em per capita por município.

    Compartilhe

     
    Prefeitura Municipal de Formiga