Fechar imagem

Notícias

Mais lidas

  • Idosos beneficiários do BPC têm até 31 de dezembro para se recadastrar no Cadastro Único
  • Saae contratará empresa para elaborar projeto da nova barragem
  • Prefeitura realiza tapa-buracos no Centro
  • Elaborado projeto de lei que institui a política municipal de estímulo à inovação e ao empreendedorismo
  • Prefeitura elabora projeto para organizar trânsito no Centro da cidade
  • Prefeitura se reúne com ambulantes para explicar nova legislação

17/03/2017 18h41

Formiga ultrapassa meta de vacinação contra a febre amarela

Crianças menores de um ano são o público-alvo da campanha; meta a ser atingida era de 100% e foram imunizados 115% , já que crianças de outras cidades também foram vacinadas em Formiga

Formiga ultrapassa meta de vacinação contra a febre amarela

A campanha de vacinação contra a febre amarela em Formiga tem atingido excelentes resultados. A meta de imunização não só foi atingida, como ultrapassada.

O Ministério da Saúde impõe que 100% do público-alvo receba a primeira dose da vacina. Esse grupo corresponde às crianças menores de um ano no Município. Apenas nos dois primeiros meses deste ano, o setor de epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde conseguiu imunizar 115% do público-alvo.

Formiga tem 126 crianças menores de um ano. O total vacinado foi de 146. O número ultrapassa os 100% porque, segundo o setor de epidemiologia, alguns cidadãos de outros municípios vacinam seus filhos na cidade.

Quanto ao restante da população formiguense, não é possível ter uma estimativa de quantos por cento já foram imunizados, já que, aqui, esbarramos no problema da ausência ou da desatualização do cartão de vacinação. Porém, mais de 6.500 pessoas receberam uma dose da vacina neste ano.

Febre amarela

A primeira dose da vacina deve ser aplicada aos nove meses de idade e a segunda aos quatro anos e 11 meses e 22 dias. Se a criança não recebeu a segunda dose, ela só poderá recebê-la após dez anos da data da primeira. Lembrando que é de suma importância não descumprir essas recomendações, já que o excesso de vacinação pode causar eventos adversos graves, mais um exemplo da importância de estar sempre com o cartão de vacinação atualizado e em mãos.

Vale ressaltar que Formiga ainda não registrou nenhum caso suspeito da doença.

    Compartilhe

     
    Prefeitura Municipal de Formiga