Fechar imagem

Notícias

Mais lidas

  • Formiga terá simulação de acidente na linha férrea
  • Agência Nacional das Águas auxilia Formiga na implantação do Programa Vida Nova Rio Formiga
  • Banco Municipal de Alimentos doou neste ano mais de 59 toneladas de alimentos
  • Sine Formiga começa a atender também no horário do almoço
  • Prefeitura planta 30 mudas na Praça da Matriz e na Avenida Rio Branco
  • Coordenadoria de Políticas Rurais incentiva programa de melhoramento genético

10/03/2017 16h52

Município solicita auxílio ao DNIT para que VLI comece a arcar com o pagamento dos guariteiros

Prefeito fez pedido pessoalmente ao diretor de infraestrutura ferroviária do departamento; atualmente, Município paga cerca R$ 110 mil por mês para manter funcionários nas cancelas

Município solicita auxílio ao DNIT para que VLI comece a arcar com o pagamento dos guariteiros
O prefeito esteve em Brasília participou de reunião no DNIT

O Município de Formiga gasta mensalmente cerca de R$ 110 mil para manter 55 servidores trabalhando nas cancelas que ficam às margens da linha férrea que cruza a cidade. Tal obrigação não deveria ser da Prefeitura, tendo em vista que a ferrovia é utilizada e de responsabilidade por uma empresa privada. Por causa disso, o prefeito Eugênio Vilela solicitou ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) auxílio para que a VLI, empresa que utiliza a linha férrea, arque com os salários dos guariteiros.

O prefeito esteve em Brasília e se reuniu com o diretor de Infraestrutura Ferroviária do DNIT, Charles Beniz. O encontro ocorreu por intermédio do vereador Mauro César e do deputado Federal Zé Silva. Na oportunidade, Eugênio explicou a situação para Charles, que se mostrou sensível à situação e afirmou que marcará uma nova reunião com a presença de representantes da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para que se inicie uma negociação.

Eugênio ainda informou que uma alternativa seria a substituição das cancelas atuais, que são manuais, pelas de funcionamento eletrônico. “Não é justo que o Município tenha de arcar com algo que não traz benefício algum para a cidade. Os servidores que estão hoje nas guaritas poderiam muito bem fazer outro tipo de trabalho em benefício de Formiga. Por isso, espero que as negociações avancem logo e possamos acabar com esse prejuízo”, comentou o prefeito.

    Compartilhe

     
    Prefeitura Municipal de Formiga