Fechar imagem

Notícias

Mais lidas

  • Empresa vencedora desiste e Saae terá de fazer outra licitação para concurso público
  • Supram libera autorização para o Município limpar suas lagoas
  • Cadastro Único Itinerante estará em Fazenda Velha nos dias 23 e 24 deste mês
  • Prefeitura propõe que CIP seja cobrada somente de quem é beneficiado pela iluminação pública
  • Representantes do CMAS participam de capacitação em Divinópolis
  • Banco de Alimentos recebe doação de 1.680 quilos de batatas

20/02/2017 20h01

Formiga recebe 5 mil doses de vacina contra febre amarela

Vacinação começa amanhã nas unidades de saúde; Administração ressalta que não é uma vacinação em massa e que doses são para as pessoas que não foram imunizadas

Formiga recebe 5 mil doses de vacina contra febre amarela

O Município de Formiga vem trabalhando com muita cautela e cuidado na distribuição de vacinas contra a febre amarela para os postos de saúde. A responsabilidade de distribuição da dose é da SRS (Superintendência Regional de Saúde) de Divinópolis e eles só liberam lotes maiores para municípios que apresentam dados suspeitos e/ou confirmados da doença em humanos ou primatas. Como o objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é que nenhuma unidade fique desabastecida, a pasta vem negociando há muito tempo com a SRS para conseguir mais vacinas para a cidade, já que a demanda local aumentou devido aos casos de febre amarela confirmados em municípios do estado. Hoje, 20 de fevereiro, a superintendência confirmou a liberação de cinco mil vacinas para Formiga.

Assim, a partir de amanhã, as unidades de saúde iniciarão uma intensificação vacinal contra febre amarela para quem não foi imunizado. Não será vacinação em massa, pois a Secretaria Municipal de Saúde deve obedecer o protocolo existente do Ministério da Saúde para administração de vacina de febre amarela, que determina a primeira dose aos nove meses e a segunda aos quatro anos. Se essa conduta foi tomada, a pessoa se encontra imunizada. Se a pessoa não tomou a segunda dose, só poderá receber a segunda dose (reforço) após 10 anos da data da primeira dose e é de suma importância observar que esta dose não seja antecipada.

“Desta forma, fica claro que não podemos fazer vacinação em massa, pois o excesso de doses de vacina de febre amarela pode provocar efeitos adversos graves. Vale ressaltar que nosso Município, até o momento, não teve nenhum caso suspeito, o que culminou na demora da entrega desse lote grande de vacinas”, explica o secretário municipal de Saúde, José Geraldo Pereira.

Em caso de dúvida sobre doses tomadas, é recomendado que a pessoa leve seu cartão de vacina até a unidade de saúde mais próxima de sua casa.

Morte de primatas

Em relação à morte de primatas, a secretaria esclarece que a equipe da Vigilância Ambiental tem feito intenso trabalho de investigação na zona rural e, até o momento, em todos os óbitos que foram informados, os corpos foram recolhidos e submetidos a exames físicos, que comprovaram a morte por atropelamento. Portanto, descartando assim a possibilidade desses primatas serem vetores de febre amarela.

A pasta solicita que a população auxilie, informando as mortes de primatas para o Setor de Vigilância Ambiental. O contato deve ser feito com Walter pelo telefone 99951-9011.

Ações

Ações de conscientização já estão sendo feitas na zona rural. Um roteiro de palestras e vacinação foi elaborado para as pessoas não imunizadas. Ele está sendo meticulosamente executado. Na área urbana, a equipe de controle de endemias está intensificando os trabalhos de controle do transmissor, o Aedes aegypti, pois o mosquito é o mesmo que transmite a febre amarela urbana.

Por fim, a Secretaria de Saúde esclarece que não é momento de alarde, pois nosso Município está no controle das ações preconizadas pelo Ministério da Saúde.

    Compartilhe

     
    Prefeitura Municipal de Formiga